Folha de outono


“(No Brasil não há outono
mas as folhas caem.)”

(Carlos Drummond de Andrade no poema
“Epigrama para Emílio Moura”
em Alguma poesia.
Na Nova reunião da Companhia das Letras, 2015, p. 33-34.)

São Paulo, maio de 2024.

Formulário de contato (para a página de contato, não remover)

Criadora

Larissa Fonseca e Silva, 1998. Nascida em Caldas, no sul de Minas Gerais, crescida dentre livros e montanhas. Mestra em Teoria Literária e Crítica da Cultura pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e doutoranda em Literatura Portuguesa na Universidade de São Paulo (USP). "Crio com a ponta dos dedos, no raio do sol vejo a magia da poeira e sei que há sentido no decompor das coisas pois até os resquícios dançam." Registro e guardo aqui.